5 atitudes para evitar a procrastinação

Procrastinar é tornar-se o vilão de si mesmo, deixando para depois o que não precisa ser deixado para depois. E isso sempre tem consequências desagradáveis. É preciso saber lidar com os próprios sentimentos para não se deixar levar pela sedução da procrastinação.

 

 

 

Por que procrastinamos?

Sócrates e Aristóteles definiram a procrastinação em uma palavra: Akrasia, o estado em que o homem age contra o seu próprio juízo, ou seja, faz uma coisa completamente diferente daquela que deveria estar fazendo, demonstrando sua falta de autocontrole. Modernamente, poderíamos definir a procrastinação como uma força que nos impede de fazer aquilo que devemos. Partindo de uma visada psicológica, muitas vezes, procrastinamos para melhorar nosso estado de ânimo, evitando fazer agora algo que, à primeira vista, parece-nos desagradável.

 

Controle seus impulsos e racionalize-os

A procrastinação é mais comum em pessoas com perfil impulsivo, propenso ao perfeccionismo e à ansiedade. Atinge mais os jovens e é muito corriqueira em sua vida acadêmica. Quando se estuda ou trabalha pelo computador, o problema é ainda maior. Pense em quantos chamarizes a internet possui para nos distrair enquanto tentamos nos focar em alguma atividade: a fuga está apenas a um clique de distância. A procrastinação não tem tanto a ver com a incapacidade de controle do próprio tempo, mas com a incapacidade de controlar os próprios impulsos.
Existem algumas práticas de controle mental que podem ajudar a domar nossos sentimentos e, consequentemente, nosso desejo de procrastinação.

  • Esclareça em sua mente a linha tênue que se estabelece entre procrastinação e ação: ao sentir aquela vontadezinha de deixar para depois, pense na última vez que você procrastinou algo e como se sentiu ao finalmente se engajar na ação. Muito melhor não? Melhor ao ponto de achar absurdo ter procrastinado tanto tempo algo que nem foi tão difícil. Quando ultrapassamos a tênue linha entre procrastinação e ação, tendemos a produzir mais e com mais facilidade. O difícil mesmo é começar.
  • Conceda a si mesmo recompensas imediatas por não procrastinar: se você encontrar uma maneira pessoal de se recompensar por não ceder ao desejo de procrastinação, fica mais fácil superá-la. Por exemplo, você só irá jantar naquele restaurante que adora se terminar esta semana o artigo para a matéria da faculdade ou, só poderá assistir àquele seu seriado favorito enquanto passa a roupa recém–lavada.
  • Divida seus deveres em tarefas mais simples: é muito difícil manter-se focado em uma meta como “emagrecer 10 kg”, sempre arranjamos uma maneira de nos sabotar e comer aquele docinho que não deveríamos. Então, planeje passos mais fáceis para atingir seus grandes objetivos, como ficar o dia de hoje sem comer doce ou só comer doces no fim de semana.
  • Não se castigue por procrastinar: quanto mais culpa e arrependimento você sente por ter procrastinado, mais chances de você sentir-se ansioso na sua próxima tarefa e procrastinar de novo. Pessoas que se perdoam por ter procrastinado, sentem-se mais seguras e tendem a não repetir o mesmo erro no curto prazo.
  • Apoie-se nos seus bons hábitos: aproveite a disciplina já adquirida em certos hábitos para que eles lhe ajudem a não procrastinar. Por exemplo, se você sempre fica com preguiça de passar o fio dental, relacione-o ato de escovar os dentes. Assim, em conjunto, você realiza as duas tarefas e, depois de um tempo, nem se lembra mais da preguiça que sentia em escovar os dentes.

 

De qualquer forma, é preciso ter em mente que não conseguimos produzir o tempo todo da mesma maneira: existem picos de rendimento e concentração em nossa performance e nem sempre a vontade de adiar alguma atividade é necessariamente procrastinação, pode ser apenas cansaço. Então, saiba dosar e reconhecer seus comportamentos, o autoconhecimento é essencial para controlar suas emoções e diminuir ou cessar o ato de procrastinar.

Texto produzido pela equipe da Futuro Eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOSSO CONTEÚDO EXCLUSIVO.