5 passos para organizar sua rotina de estudos

Estudar é um esforço diário. Em vez de deixar tudo para um dia antes da prova, é preciso um cronograma organizado, metas a serem cumpridas e autoconhecimento sobre sua forma de aprendizado.

O estudo, antes de ser visto como um dever aborrecido e difícil, deveria ser encarado como um trabalho essencial para o desenvolvimento pessoal e intelectual de todos estudantes. Talvez, a forma como culturalmente não tomamos o estudo à sério desde a infância faça com que carreguemos essa falha por muito tempo, até um ponto em que não há outra saída além de estudar de forma organizada e planejada como, por exemplo, na fase pré-vestibular pela qual passa a maioria dos adolescentes.
Por isso, é importante que desde cedo pais e professores incentivem e esclareçam os alunos sobre a importância de uma rotina de estudos metódica e organizada, frisando que o aprendizado não se dá apenas de maneira passiva, frequentando diariamente as aulas, mas também de forma ativa, realizando as tarefas de casa e buscando outras informações, fazendo pesquisas, cursos extracurriculares e lendo mais do que a própria escola exige.
Os alunos que optam por cursos de EaD conhecem bem esse desafio. Uma vez que a maioria das aulas é online e que semanalmente precisam estudar e realizar tarefas por conta própria, precisam de um planejamento e organização muito maiores com relação a seus horários de estudos.
Esse tipo de planejamento faz toda diferença na formação intelectual de qualquer indivíduo e nunca é tarde para começá-la. Estudar não é algo simples, demanda bastante esforço e, para efetivamente dominar-se qualquer conteúdo é preciso bastante tempo. Por isso, nada de deixar para rever e dominar o conteúdo daquela matéria no dia anterior à prova. Planeje-se e tome o estudo como um dever diário. E para começar essa nova rotina de esforços, motive-se através dos passos sugeridos abaixo

1. Descubra seu método de aprendizado: nem sempre debruçar-se sobre um livro ou realizar exercícios complementares é o suficiente para o aprendizado, uma vez que cada indivíduo pode ter outro método mais eficaz de estudo. Alguns aprendem melhor fazendo resumos, esquemas ou reescrevendo trechos importantes da leitura. Outros têm mais facilidade em entender e memorizar conhecimento apenas ouvindo a aula. Procure descobrir qual seu método levando em conta o tempo e os benefícios que pode lhe trazer em comparação com outros. Atualmente, existe uma infinidade de formatos de conteúdo que podem ajudar os estudantes e todos facilmente encontrados na Internet: podcasts, vídeo-aulas, exercícios de assimilação e fixação, cursos gratuitos de aperfeiçoamento, etc.

2. Defina um espaço para o estudo: é muito importante que em sua casa exista um espaço destinado ao estudo. Uma escrivaninha organizada com seus livros, computador e materiais de trabalho, ou um espacinho com uma mesa em que você possa permanecer algumas horas de seu dia sem incômodos. Esse espaço também deve ser livre de maiores distrações. Muito cuidado com as distrações que a Internet oferece no meio de suas pesquisas e estudos online. Bibliotecas também são lugares excelentes para não ser incomodado durante o estudo.
3. Planeje-se: faça um cronograma semanal de estudo estabelecendo horários e metas a serem cumpridos e siga-o religiosamente. Se algum dia você não conseguir cumprir o planejado, remaneje e distribua o conteúdo não estudado para outros dias ou para a semana seguinte, de forma que você possa recuperar o conteúdo perdido sem sobrecarregar as atividades a serem realizadas.
4. Estabeleça metas alcançáveis: na hora de montar seu cronograma, não adianta colocar metas muito complicadas ou que tomem tempo demais para serem realizadas. Por isso, é importante também sempre o rever ao perceber que determinada atividade está lhe tomando mais tempo do que imaginava. Ter um conhecimento maduro sobre seu método de estudo e o tempo necessário para realizá-lo evita frustrações que podem causar desmotivação. Por isso, o estabelecimento regular de metas é importante. Nossa dica é que ele seja feito semanalmente.
5. Reconheça seus méritos: além de exigir de si mesmo os resultados e esforçar-se para alcança-los, é preciso também que você saiba reconhecer seus próprios méritos. Recebendo ou não elogios de outras pessoas sobre seu comprometimento com os estudos, o importante é que você mesmo tenha consciência de sua evolução e tome medidas para sanar as suas falhas. Reconheça o seu próprio valor para sempre manter a motivação necessária para um estudo e aprendizado constantes, uma jornada para a vida inteira.

Texto produzido pela equipe da Futuro Eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOSSO CONTEÚDO EXCLUSIVO.