A história do Handebol no Brasil

O Handebol é um esporte de origem europeia e chegou ao Brasil na década de 1930. Desde então, passou por um processo de popularização, especialmente dentro das escolas. Hoje, além de diversos torneios nacionais e regionais, é sempre uma grande chance de medalhas e conquistas para nosso país em competições internacionais.

 

 

O Handebol é um esporte de equipes e de velocidade em que a bola é passada de mão em mão até atingir o objetivo final, o gol. Surgiu após a Primeira Guerra Mundial, derivado de diversas modalidades similares praticadas desde a Grécia Antiga, Império Romano e Idade Média. Modernamente, os esportes que mais influenciaram sua concepção foram o raftball e o torball, ambos praticados em países de tradição germânica. De qualquer forma, pode-se dizer que até mesmo o basquete e o vôlei influenciaram o esporte, que passou a oficialmente chamar-se Handebol no ano de 1920, mas era inicialmente praticado ao ar livre. O deslocamento para dentro do ginásio aconteceu em 1924, por conta dos suecos, que optaram por sua prática indoors para fugir do frio.

 

Chegada ao Brasil
O Handebol chegou ao Brasil apenas na década de 1930 junto com imigrantes europeus, especialmente os de origem alemã. Foi oficializado como esporte de salão com sete jogadores de cada lado no ano de 1954, quando a Federação Paulista de Handebol instituiu seu primeiro torneio aberto dentro da cidade. Curiosamente, o esporte permaneceu restrito ao estado de São Paulo até 1960. Só a partir dessa década que se tornou conhecido graças aos esforços de Augusto Listello, professor da cidade de Santos, que apresentou o esporte a colegas de outros estados de forma didática. Assim, o Handebol se difundiu pelo país e outros torneios estaduais foram criados.

 

Popularização pelo país
Em 1971, o esporte foi incluído nos III Jogos Estudantis Brasileiros em Belo Horizonte, no ano seguinte, nos Jogos Universitários Brasileiros em Fortaleza. Nos Jogos Universitários de 1972 houve a participação de 10 equipes femininas e 12 masculinas. Já em 1973, a edição do evento ocorreu em Maceió, contando com 16 equipes formadas por mulheres e 20 equipes formadas por homens. Essa rápida expansão do esporte pelo território nacional fez com que em 1979 fosse criada a Confederação Brasileira de Handebol, cujo primeiro presidente foi o professor Jamir André. No ano seguinte, a recém-criada entidade promoveu pela primeira vez a disputa da 1ª Taça Brasil de Clubes, na cidade de São Paulo.

Podemos dizer que, desde fins dos anos 1990, o Handebol tornou-se uma promessa de medalhas e prêmios para o Brasil em grandes competições internacionais, nas categorias feminina e masculina. Em 1999, nos Jogos Pan-Americanos realizados no Canadá, nosso time feminino conquistou a medalha de ouro e nosso time masculino a prata. Já em 2003, na República Dominicana, e em 2007, na cidade do Rio de Janeiro, o Brasil foi ouro em ambas categorias: masculina e feminina.

 

Handebol e escola
É também um esporte comumente praticado no meio escolar e, por isso, percebe-se uma sua difusão e profissionalização no Brasil durante as últimas décadas. Outro de seus diferenciais é que, assim como o futebol, motiva torcidas apaixonadas. Por isso, grandes canais de TV à cabo transmitem campeonatos de Handebol para todo país, como, por exemplo, o Campeonato Paulista e a Liga Nacional do esporte.

No entanto, é preciso atentar para o fato de que o Handebol possui um potencial muito maior do que aquele que vemos implantando dentro das práticas de ensino de educação física nas escolas. Por isso, uma maior atenção e investimento nesse esporte faz-se necessário neste momento. Esporte significa educação, disciplina e desenvolvimento humano para nossas crianças e adolescentes. Pensar melhor no futuro do Handebol no Brasil é também pensar num futuro melhor para as novas gerações.

Texto produzido pela equipe da Futuro Eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOSSO CONTEÚDO EXCLUSIVO.