Que experiências vamos acumular do ano que termina?

Que 2017 foi um ano de enormes desafios, todos nós sabemos e como reclamar não adianta muito, o jeito é tirar grandes lições desse ano desafiador, principalmente ao que se refere a economia do país.

Em anos como esse, precisamos nos fortalecer ainda mais criarmos novos estratégias para o ano que se avizinha, para não cometermos erros primários que possam comprometer a nossa carreira profissional e nem as nossas empresas.

2017 claro, foi um ano que quase ninguém vai querer se lembrar, pois em alguns momentos doeu bastante ver o cliente desaparecer, ver a economia encolher, ver nos noticiários tantos políticos, banqueiros, etc. presos, que o envergonha no país.

  • Mas a questão é o que vamos aprender com tudo isso?
  • O que vamos deixar na nossa “caixinha’ de experiência?
  • E principalmente o que vamos fazer com tudo aquilo que aprendemos nesse ano de grandes desafios.

Em 2018, não dará tempo para acomodação e nem para esperar as coisas melhorarem, vamos precisar ousar mais, acreditar mais, trabalhar mais, fazer mais, estudar mais o mercado, estudar mais as ações e reações dos nossos clientes, vamos precisar fazermos novas parcerias e principalmente fazer o diferencial competitivo, pois o nosso cliente estará mais seguro com seu dinheiro e pensará muito bem antes de fechar qualquer negócio.

Caro leitor (a), que 2018 seja o ano da sua vida, seja o ano da superação e que você acredite muito mais no seu talento e no seu poder de ação do que o “terror’ que se espalha pelos pessimistas de plantão, pois em momentos de difíceis, enquanto uns lamentam outros faturam mais e mais com sabedoria e trabalho redobrado.

E para encerrar, acredite: Você pode muito mais do que já conseguiu até aqui!

Coach, Escritor, Consultor e Palestrante de Alto Impacto. MBA em Gestão de Recursos Humanos.
eugeniosq@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOSSO CONTEÚDO EXCLUSIVO.